Por Juliana Cazarine 1 ano e 2 meses atrás

Moda plus size na NYFW: marca especializada surgiu de uma lacuna do mercado fashion

Eden Miller, a estilista à frente da Cabiria, primeira marca de moda plus size na New York Fashion Week, fundou sua loja especializada porque queria roupas bonitas para mulheres como ela. Veja entrevista completa e saiba o que o público achou do desfile

Na temporada de verão 2014, pela primeira vez, a mulher plus size ganhou uma representante na New York Fashion Week: a Cabiria. E se existe uma lacuna no mercado, na semana de moda, ela já foi preenchida. “Queria roupas bonitas feitas com tecidos finos e bem acabadas. Mas não encontrei. Comecei a empresa com a ideia de que que poderia, pelo menos, ter um armário cheio de roupas bonitas para mim”, diz Eden Miller, a estilista à frente da marca.

Ao que parece, após o desfile na semana de moda nova-iorquina, a estilista alcançou dois objetivos: atender a uma necessidade do mercado de moda e ter um guarda-roupa fashionista. “Estou feliz de o público considerar meu trabalho como ‘moda’ e não classificá-lo como ‘moda plus size’”, comenta.

+ New York Fashion Week terá desfile de linha plus size pela primeira vez

+ Moda plus size: veja os truques para valorizar o visual como Adele e Amber Riley

Como surgiu o convite para desfilar na New York Fashion Week 2014?

Fui convidada pela professora Susan Scafidi do Fashion Law Institute. Eu havia assistido uma de suas aulas no inverno passado. Mas foi uma surpresa total, especialmente porque o convite foi por mérito do meu trabalho e não porque tenho uma linha de moda plus size.

Soube que a preparação da coleção foi difícil. Por quê?

Foi difícil preparar a coleção no curto espaço de tempo desde que recebi o telefonema até a data do desfile. Muitas coisas precisam acontecer sequencialmente para que eu possa fazer uma peça de roupa da qual me orgulho, ainda mais se elas serão apresentadas em uma passarela global. Algumas partes do processo são mais difíceis porque eu não tenho tempo ou equipamento para fazer a roupa e, por esse motivo, tenho que confiar na pessoa B que espera a pessoa C, etc. 

Como foi o desfile da Cabiria na New York Fashion Week?

A reação do público foi positiva em relação ao meu trabalho, o que é um alívio. Minhas apostas são comuns para os tamanhos vistos nas passarelas, mas foram desafiadoras para o mercado plus size como ele é hoje. Estou feliz de o público considerar meu trabalho como ‘moda’ e não classificá-lo como ‘moda plus size’.

Pretende desfilar novamente?

A escolha não é minha. É, em parte, do cliente final. Se virem potencial para continuar, a Cabiria vai continuar. Eu vou lutar com unhas e dentes para garantir que o cliente realmente tenha uma gama de opções. Existe uma série de marcas que se especializam em roupas plus size, mas encontram dificuldade para conseguir financiamento e voz no mercado para competir com redes de lojas.

Quando você começou a fazer roupas para mulheres plus size?

Oficialmente, comecei a fazer roupas para mulheres plus size em fevereiro de 2013, embora estivesse planejando abrir a empresa e obter financiamento já há três anos. Sou uma mulher plus size e queria roupas bonitas feitas de tecidos finos e bem acabadas. Mas não encontrei. Comecei a empresa com a ideia de que que poderia, pelo menos, ter um armário cheio de roupas bonitas para mim.

+ O vestido de madrinha de casamento da mulher plus size não precisa ser preto e evasê

Qual é a sua inspiração para criar?

Tecidos com os quais me sinto bem e quem vestem bem. Quando encontro os tecidos, posso brincar com a cor, estampas e texturas, que eu tanto gosto. México, Espanha e Itália - lugares onde passei muito tempo - influenciam a forma como eu vejo o mundo.

+ NYFW 2014: Top maquiadora aponta tendências para o verão

+ NYFW 2014: tamanco volta a ser tendência. Veja cinco destaques da temporada
 

Tags relacionadas: New York Fashion Week | fashion-week

Notícia publicada Seg, 9 Set 2013 as 16:26, por Juliana Cazarine.